quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O Ladrão de Raios - Rick Riordan


Obs.: Provavelmente CONTÉM spoilers.
Sinopse: Primeiro volume da saga Percy Jackson e os Olimpianos, O Ladrão de Raios esteve entre os primeiros lugares na lista das séries mais vendidas do The New York Times.O autor conjuga lendas da mitologia grega com aventuras no século XXI. Nelas, os deuses do Olimpo continuam vivos, ainda se apaixonam por mortais e geram filhos metade deuses, metade humanos, como os heróis da Grécia antiga. Marcados pelo destino, eles dificilmente passam da adolescência. Poucos conseguem descobrir sua identidade.

O garoto-problema Percy Jackson é um deles. Tem experiências estranhas em que deuses e monstros mitológicos parecem saltar das páginas dos livros direto para a sua vida. Pior que isso: algumas dessas criaturas estão bastante irritadas. Um artefato precioso foi roubado do Monte Olimpo e Percy é o principal suspeito. Para restaurar a paz, ele e seus amigos - jovens heróis modernos - terão de fazer mais do que capturar o verdadeiro ladrão: precisam elucidar uma traição mais ameaçadora que a fúria dos deuses.



Editora: Intrínseca

Páginas: 385
(skoob)



Aos doze anos Percy Jackson vai a uma excursão da Academia Yancy, internato onde estudava, para o Metropolitan Museum of Art, onde sua história começa. Ele sempre achou que não era normal, mas nunca imaginou que fosse um semideus. A partir do momento que descobre essa informação sua vida muda e ele vai para o Acampamento Meio-sangue, onde pessoas como ele são treinados para sobreviver.  Lá, ele descobre que os deuses do Olimpo ainda vivem (já que são imortais), e que é filho de um dos deuses gregos mais poderosos, Poseidon (deus dos mares), e, ainda, que é acusado de roubar um objeto muito poderoso. Então ele e seus amigos partem em uma missão para recuperar e devolver o que foi roubado, evitar uma guerra divina; tudo isso enfrentando monstros, deuses e muitos desafios.

Nesta obra, Rick Riordan consegue atualizar mitos da Grécia antiga e inventar aventuras costurando-as em uma história maravilhosa, repleta de ironias, mistérios e revelações. O autor conseguiu criar um herói imperfeito porém cheio de qualidades que cativa quem lê. Essa história contém momentos engraçados, de suspense, momentos que mostram o valor da amizade e da família. Este livro também ensina um pouco de história, por causa da mitologia que é usada para compô-la, então, além de se divertir e aproveitar a sua imaginação, com ela você, ainda, aprende.

"Monstros não morrem, Percy. Eles podem ser mortos. Mas não morrem." (Annabeth) 
"Ah, obrigado. Agora entendi tudo." (Percy)

Avaliação final:




Ana Luiza Mendonça


**Encontrou um erro? Envie um e-mail para eulivro.tulivras@gmail.com comunicando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chega mais! Quero saber sua opinião!