sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Caixinha de Madeira - Índigo

Um livro em que Branca de Neve, Bela Adormecida e Cinderela ganham voz e narram, com as próprias palavras, suas míseras vidas. Engana-se quem pensa encontrar neste relato donzelas sonhadoras. Branca de Neve acaba de ser expulsa de Weitenburg. Vive como serviçal numa choupana nos confins da Floresta Negra. Talia, hoje conhecida pelo mórbido apelido de Bela Adormecida, está prestes a completar dezesseis anos, espetar o dedo numa roca e cair em sono profundo. Annette, injustamente apelidada de Cinderela ( a suja de cinzas) vive num estado de decadência atroz. Sua última esperança está num baile populista. Enclausuradas, cada uma por um golpe do destino, elas mantém uma correspondência frenética e desesperada.
Editora: Altana
Páginas: 157
(Skoob)





Caixinha de Madeira - A Correspondência Secreta entre Branca de neve, Cinderela e Bela Adormecida. O título do livro já revela parte de seu objetivo: mostrar uma versão mais realista dos contos de fadas envolvendo as três princesas. A história é contada através de cartas, enviadas entre as três princesas, resgatadas por uma fada.
Na história, as três princesas são adolescentes "normais", apesar de suas situações. A trama é desenrolada quase que exclusivamente através das cartas, com alguns comentários ditos relevantes que foram ocultados. A história em si é razoável. Caixinha de Madeira é aquele livro que dá para ler entre como um "descanso" de um maior, só para distração.
Mas o que acabou sendo o grande porém do livro não foi a história bobinha, apenas para distração, nem o cansaço de ler apenas cartas. Foi a revisão. no decorrer do livro, pode-se encontrar erros na escrita, o que, pessoalmente, seria um motivo para a desistência da leitura. Mas tentei não me deixar afetar por esse detalhe e continuei. Preferia não ter continuado. O final do livro foi uma decepção para mim, além da constante vontade de pegar uma caneta e corrigir cada erro encontrado.
Foi uma leitura leve, mas que incomodou.
Como parte de uma série, com uma revisão melhor, seria mais agradável. Para quem não se importa com os erros encontrados e procura uma leitura leve e rápida, o livro pode interessar. Mas eu não o recomendaria.


Avaliação final:


Um abraço,


**Encontrou algum erro? Envie um e-mail para eulivro.tulivras@gmail.com comunicando!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chega mais! Quero saber sua opinião!