quarta-feira, 31 de outubro de 2012

@mor - Daniel Glattauer

Num e-mail enviado por engano, começa um relacionamento virtual que testa as convicções de Leo Leike e Emmi Rothner. Ela é casada; ele ainda está digerindo o fracasso de seu último relacionamento - e nada como a curiosidade, instigada por frases bem-encadeadas numa caixa postal eletrônica, para que os dois se esqueçam dos obstáculos e sejam impelidos a marcarem um encontro. Mas a expectativa é uma faca de dois gumes, trazendo o medo de que a realidade não esteja à altura da fantasia.
Editora:  Suma de Letras
Páginas: 184

@mor traz uma proposta bem diferente de leitura. Nele, não há narrativa alguma. Apenas e-mails. O que Emmi Rothner queria era o cancelamento da assinatura de uma revista, mas, por engano, enviou o e-mail destinado à editora para Leo Leike. E assim começou um relacionamento entre os dois. Sem mesmo se conhecer, os dois se abriam para o correspondente, contando suas emoções, tentando adivinhar a aparência do outro... Com a condição de que Emmi não falaria de sua família e Leo, de seus relacionamentos. 

O livro me chamou a atenção, com o relacionamento virtual e sua proposta de troca de e-mail... Mas é só isso. Com o passar do livro, começa a ficar cansativo. Até uma certa altura, o livro permanece em um ritmo dinâmico, com a amizade entre as personagens crescendo, o que faz com que o leitor queira saber o que acontece, como as personagens vivem, pois, sem narrativa, só é possível saber algo de Emmi ou Leo a partir dos e-mails. 

Entretanto, a leitura começou a me incomodar um pouco antes da metade. A amizade entre os dois se transforma, como o título sugere, e um encontro entre os dois é proposto, mas sempre adiado... Então o livro começa a girar em torno das taças de vinho virtuais, das conversas mais afetivas, do marca-e-desmarca encontro. 

Mais para o final, uma surpresa, que, devo dizer, me incomodou profundamente. Não darei spoilers, afinal, sempre há alguém que queira ler, mas digo uma coisa: o livro não foi tudo o que eu esperava. O final "CONTINUA..." não me chamou a atenção. Não pretendo ler o próximo volume, quando sair. Mas devo admitir que o livro tem, sim, seus pontos positivos. Para ser sincera, não recomendo a leitura, mas, para quem gosta do gênero, vai lá, leia e argumente aqui, me dizendo no que discorda da minha opinião. Fica o convite.

Avaliação Final:




Um abraço,



**Encontrou algum erro? Envie um e-mail para eulivro.tulivras@gmail.com comunicando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chega mais! Quero saber sua opinião!