quinta-feira, 4 de outubro de 2012

[Lição de um Livro] Pollyanna


A pequena Beldingsville, uma típica cidadezinha do início do século XX na Nova Inglaterra, Estados Unidos, nunca mais seria a mesma depois da chegada de Pollyanna, uma órfã de 11 anos, que vai morar com a tia, a irascível e angustiada Polly Harrington. Por influência da menina, de uma hora para outra, tudo começa a mudar no lugarejo. Tia Polly aos poucos torna-se uma pessoa melhor, mais amável, e o mesmo acontece com praticamente todos os que conhecem a garota e seu incrível "Jogo do Contente". Uma otimista incurável, Pollyana não aceita desculpas para a infelicidade e empenha-se de corpo e alma em ensinar às pessoas o caminho de superar a tristeza. (resenha do skoob)




 Pollyanna, de Eleanor H. Porter, é um livro que li faz anos. Para ser sincera, não me lembro muito bem de toda a história, mas lembro a lição que ela traz: o otimismo.

Uma outra coisa sobre o otimismo de Pollyanna :Seu pai era pastor de uma igreja, e eles eram tão pobres que se vestiam e calçavam com as doações que os paroquianos faziam. O mesmo valia para os presentes de Natal. Em um ano, Pollyanna ganhou um par de muletas. Ficou pensando o que poderia achar de positivo nisso, , esse era o objetivo do Jogo do Contente : achar uma coisa boa em situações ruins.Finalmente descobriu, e ficou contente por ter ganho as muletas, porque isso a fizera consciente de quanto era feliz por não precisar delas. 
É basicamente isso: o Jogo do Contente. Esse "jogo", criado por Pollyanna, tem como única regra achar, em qualquer situação, por mais ruim que pareça, algum motivo para ficarmos contentes, alegres. Isso porque, se apenas abaixarmos a cabeça diante das circunstâncias, não aproveitaremos a vida.

Enfim, a lição de Pollyanna é essa: otimismo SEMPRE! Não vamos nos deixar abater por contratempos.

Recomendo a leitura. O livro está na minha wishlist para que eu possa relê-lo.


Um abraço,

Encontrou um erro? Envie um e-mail para eulivro.tulivras@gmail.com comunicando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chega mais! Quero saber sua opinião!