quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Harry Potter e a Pedra Filosofal - J.K. Rowling

Harry Potter é um garoto comum que vive num armário debaixo da escada da casa de seus tios. Sua vida muda quando ele é resgatado por uma coruja e levado para a Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts. Lá ele descobre tudo sobre a misteriosa morte de seus pais, aprende a jogar quadribol e enfrenta, num duelo, o cruel Voldemort. Com inteligência e criatividade, J. K. Rowling criou um clássico de nossos tempos. Uma obra que reúne fantasia e suspense num universo original atraente para crianças, adolescentes e adultos.
Editora: Rocco
Páginas: 263
                                    (Skoob)





O que dizer da saga Harry Potter? Não tem como descrever o amor que eu sinto por esta série. Com sete livros, essa obra de J. K. Rowling  conta a história do bruxo Harry Potter desde que entrou em Hogwarts, aos 11 anos, e suas aventuras com os melhores amigos, Rony e Hermione. Cada livro corresponde a um ano. E cada um ganhou sua adaptação para o cinema.

Conheci Harry pelas telas do cinema e me apaixonei pela história. Quando consegui os livros, pirei. Li todos em tempo recorde e peguei um amor ainda maior pelo bruxinho. Os livros têm fatos muito interessantes que não existem no filme, como a existência do poltergeist Pirraça e uma apresentação mais completa da família Dursley.

O primeiro livro traz toda a introdução da vida de Harry Potter, o porquê de ele ser especial, enfim, apresenta (quase) todas as coisas e as personagens mais importantes. Também acompanha o primeiro ano de Harry em Hogwarts e, não direi como, mas como o bruxo se envolveu com a história da Pedra Filosofal e Voldemort (aquele-que-não-deve-ser-nomeado, você-sabe-quem ou Lorde das Trevas).

J.K. consegue contar a história de modo que faça o leitor se sentir como um estudante de Hogwarts. Eu mesma já falei aqui na coluna Perfil de Personagem que me identifico muito com Hermione (principalmente pela descrição do livro). A cada capítulo, o leitor anseia mais para saber a história até que chega, enfim, o verão e Harry volta para casa. E então vem a ânsia pelo segundo livro, A Câmara Secreta.

Com a Pedra Filosofal, aprendi a amar ainda mais os bruxinhos que conhecia apenas pelos filmes. Devo dizer que acho a série tão boa que a releio a cada ano. Todos os sete livros. E mais Os Contos de Beedle, o bardo, um "extra" da série (muitas informações a respeito deste último livro poderão ser spoilers gravíssimos). E, caso surja o interesse, recomendo também pesquisar os livros que mostram tudo "por trás da série": origem dos nomes, inspirações da autora e afins. Ajudam muito a tirar o preconceito inicial que algumas pessoas têm.

Enfim, sou um pouco suspeita para falar do livro, mas aí está minha opinião. Recomendo a leitura do livro para todos os que já assistiram ao filme. Para aqueles que ainda não viram as adaptações, só uma dica: leiam os livros antes. E a leitura não é infantil. Adultos, jovens, adolescentes, todos podem ler. Com o passar dos livros, percebe-se que o vocabulário se torna mais "rico", com palavras diferentes e, ao ver de algumas pessoas, mais "complicadas", mas nada que comprometa a leitura.

Como sempre, postagem aberta para discussões dos leitores.


Avaliação final:



Um abraço,


Encontrou um erro? Envie um e-mail para eulivro.tulivras@gmail.com comunicando!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Chega mais! Quero saber sua opinião!